Tânia Palma: lidera em Lisboa o primeiro contacto com o cliente

Um ano depois de iniciar funções como Chefe de Sala do call center da delegação da Aupper em Lisboa, Tânia Palma não podia estar mais satisfeita: uma equipa motivada, resultados positivos e clientes satisfeitos.
Tânia Palma: lidera em Lisboa o primeiro contacto com o cliente
  •  

    Em março de 2017, Tânia Palma juntou-se à Aupper como operadora de call center. Cerca de um ano depois, em fevereiro de 2018, passou a Chefe de Sala do mesmo serviço, função que ainda ocupa com muito orgulho e empenho.

    “Já ter experiência como operadora foi fundamental para assumir estas novas responsabilidades com uma maior noção de quais são os problemas e desafios da equipa que estou a gerir. Este conhecimento pessoal permite-me antecipar problemas e reconhecer possíveis soluções.”

     

    Liderar uma equipa: aprendizagem constante

    “Pela primeira vez, estou a liderar uma equipa e tem sido uma descoberta incrível encontrar formas de motivar as operadoras e, ao mesmo tempo, sentir-me igualmente motivada e entusiasmada para, dia após dia, vir trabalhar. Aqui na Aupper, desde os comerciais à distribuição, passando pelos postos de administração, todos são acessíveis e isso é um fator importantíssimo para a evolução do nosso trabalho.”

    A liderar uma equipa de dez elementos, atualmente composta apenas por mulheres, Tânia Palma sublinha a capacidade feminina de fazer muitas coisas e resolver várias problemas em simultâneo: “Consigo estar a tratar de uma remarcação e, ao mesmo tempo, acompanhar uma ou duas chamadas das operadoras, corrigindo-as e dando-lhes instruções.”

     

    Um trabalho de angariação através do diálogo não-presencial

    “O trabalho de call center passa muito por transmitir confiança ao cliente e cativar o seu interesse naquilo que temos para lhe oferecer. Lidamos, muitas vezes, com algumas desconfianças e dúvidas, dificuldades que procuramos desfazer com muita clareza e simpatia.”

    E acrescenta: “Também acontece muito sermos uma espécie de ‘psicólogas’ durante as chamadas: são, muitas vezes, pessoas mais sozinhas e com mais tempo disponível e essa atenção é algo que, inevitavelmente, faz parte do nosso trabalho.”

     

    Aupper Emprego | testemunho Tânia Palma

    Tânia Palma lidera a unidade de call-center em Lisboa

     

    A formação dos colaboradores é essencial, “mas é com a experiência, a prática, dezenas de chamadas e o trabalho a viva voz que se aprende e se evolui.”

    “Pessoalmente, procuro motivar a minha equipa para que consiga bons resultados, que se traduzem em comissões, e que dessa forma se sintam gratificadas: o seu esforço e dedicação dá frutos.”

     

     

    Veja ou reveja outros testemunhos de colaboradores da Aupper:

    .

    ➡️ Saryta Rodrigues e a importância da empatia na área comercial

    ➡️ Catarina: a primeira cara da Aupper, em Lisboa

    ➡️ Gil Saraiva: cara familiar da equipa comercial de Lisboa

    ➡️ Conversámos com a comercial Rita Costa