“Cada dia é um dia único na Aupper”

Ricardo Costa, natural de Oeiras, partilhou connosco a sua experiência na empresa.
“Cada dia é um dia único na Aupper”
  • Ricardo Costa, natural de Oeiras, partilhou connosco a sua experiência na empresa.

    “Procurava emprego na área comercial quando vi o anúncio da Aupper num jornal. Enviei o meu currículo e chamaram-me. Fui entrevistado pelo Tiago (diretor comercial da Aupper) e fui aceite.”

    Logo após a seleção final, começou o período de formação. “Percebi, nesse momento, que era um grande desafio profissional – e o facto de ser desafiante despertou o meu interesse”.

    A dinâmica de trabalho significa passar o dia-a-dia em locais diferentes e em contacto com pessoas diferentes. Este é, de facto, um dos principais pontos de atração e de motivação para o Ricardo, atualmente com 30 anos de idade. “É fantástico porque cada cliente é único com uma história de vida diferente.”

    Por outro lado, o fator de fidelização e proximidade numa empresa que opera há 10 anos em Portugal faz com que “parte dos clientes que visitamos já nos conhece, e acaba por ser mais simples e mais satisfatório mostrar as campanhas e as novidades que temos”.

    Quando perguntámos qual foi o momento mais desafiante para o Ricardo desde que está na Aupper, responde sem hesitar: “há três anos para cá, quando fiquei a liderar a equipa”. E detalha: “a partir desse momento que acompanho os comerciais e dou formação no terreno a cada profissional”. Exceto à sexta-feira, em que se dedica por completo ao seu círculo de clientes e contactos.

    “É sempre muito gratificante ver como os colegas evoluem, ao desenvolverem um trabalho cuidado e de qualidade, e como obtêm retorno imediato com essa evolução”. Acrescenta: “quando fazemos o que gostamos, acaba por ser mais simples, sem dúvida”.

    Este trabalho reveste-se da necessária e exigente adaptação a cada novo colega e a cada novo perfil comercial, e neste ponto, sublinha a importância que a formação in loco proporcionada por colegas como Tiago Belchior (diretor comercial) e Sónia Santos tiveram para o seu próprio início na Aupper. A partir daqui, “a satisfação concretiza-se, claro, com os números de venda que se consegue solidificar”.

    Quanto às obras da Aupper, Ricardo tem uma preferida: “a Terra Viva, sem dúvida! Que vai voltar em breve com uma reedição atualizada, com outro título: Vida Animal“. Para o público, não tem dúvidas de que Terras de Portugal é a obra com maior aceitação – “quer pela forma como está organizada, quer pela excelente qualidade das fotografias”.

    De olhos no futuro, perguntámos ainda como gostaria de ver a empresa daqui a 5 anos e responde: “com a forma como a empresa tem evoluído, acredito que dentro de 5 anos teremos mais escritórios no país.”

    E deixa uma nota aos futuros colaboradores que irá acompanhar: “neste trabalho, o mais importante, sem dúvida, é acreditarmos em nós próprios e acreditarmos no projeto que abraçamos. O brio profissional que cada um exige a si próprio é o principal motor para que o trabalho dê frutos e o cliente fique satisfeito.”